sábado, 8 de junho de 2013

Pé-Grande é morto nos EUA, mas cadáver desaparece


John Winesickle

Fanáticos por teorias da conspiração acusam o governo de desaparecer com corpo para esconder provas.

Entre todas as criaturas fantásticas cuja existência ninguém foi capaz de provar, o Pé-Grande é uma das mais notáveis.

Tanto é assim que, mesmo quando umaa pessoa jura que matou o bicho, seu cadáver desaparece sem deixar vestígios.

Foi isso que aconteceu com John Winesickle, um caçador de perus que mora num pequeno povoado do condado de Somerset, na Pensilvânia (EUA).

A parada toda começou no dia 14/5, quando a polícia recebeu o telefonema de Winesickle em seu serviço de emergência. Winesickle reportou que encontrou uma pegada do mítico Pé-Grande em sua propriedade. Com o chamado aberto, oficiais receberam a incumbência de ir até o local investigar.


Em questão de horas, a Pennsylvania Bigfoot Society — sociedade que estuda eventos ligados a aparições do bicharoco — recebeu um e-mail de um colaborador, que dizia ter ouvido a frequência da polícia e detectado um informe de investigação em andamento sobre suposta pegada do Pé-Grande. 

Pouco depois, outra mensagem, ainda mais promissora. 

— Oficiais confirmaram presença de um animal não identificado, que foi alvejado e morto. Detalhes estão um pouco nebulosos até o momento. 

Levou mais 40 minutos, até que mais um e-mail chegasse à sede da Pennsylvania Bigfoot Society e ele exultava.

— Olá. SIM! Isso é legítimo! Um boletim estranho caiu em nossa rede aqui em Somerset, Pensilvânia, poucas milhas distante do memorial ao voo 93 [esse é aquele avião que foi capturado por terroristas durante o atentado de 11 de setembro, mas seus passageiros reagiram e conseguiram evitar que ele chocasse contra o Capitólio — o centro legislativo dos EUA]. 

A mesma mensagem contava como um colaborador da sociedade de amigos do Pé-Grande, monitorando a frequência de rádio, ouviu um policial dizer “há um corpo”.

De acordo com esse colaborador, a próxima frase dita no rádio, por uma voz diferente, foi “ligue para a central”.

O mesmo colaborador ainda reportou imensos helicópteros — “o barulho deles era tão alto que abanpu a minha casa” — dirigindo-se ao local em que o Pé-Grande havia sido avistado.

De acordo com o e-mail, seriam quatro helicópteros Apache avançando em formação.

De acordo com registos da polícia, o oficial que examinou as pegadas teria sido Christopher Swartze e a conclusão a que ele chegou é de que seriam de um urso.

O caçador não ficou nada feliz em saber que a conclusão era essa e teria argumentado que urso nenhum na face do planeta Terra seria capaz de cobrir tamanha distância andando sobre duas pernas e acrescentou que tinha certeza de que isso era coisa do Pé-Grande.

Para Thomas Rogers, que investiga relatos de aparições do Pé-Grande há 24 anos, dá pra sentir o dedo do governo se mexendo por trás disso.

— Eles claramente sabem de algo, mas estão mantendo a gente no escuro. Como todos esses relatos de aparições, isso precisa ser levado a sério e este caso não é diferente. Infelizmente para nós, porém, até que um cadáver seja encontrado, a questão a respeito da existência ou não do Pé-Grande vai continuar sendo um mistério.

Não é a primeira vez que alguém diz ter um cadáver de Pé-Grande para mostrar ao mundo. Em fevereiro, um texano disse ter matado o grandalhão num acampamento perto de San Antonio, mas que só mostraria o cadáver depois que um documentário sobre sua caçada fosse lançado.

fonte: R7

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...