quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Placozoa



Trichoplax adhaerens

Trichoplax adhaerens é uma espécie animal, em forma de balão, com a cavidade corporal preenchida por fluido sob pressão. Trata-se de um animal marinho diminuto, que rasteja sobre o substrato através de seus cílios, e é composto de camadas epiteliais ventral e dorsal, contendo células mesenquimais frouxas. A reprodução é assexuada, por meio de fissão e por brotamento.

É o único representante do filo Placozoa (do grego plax, tablete, placa + zoon, animal): outra espécie (Treptoplax reptans) foi descrita em 1896 e desde essa altura jamais foi registrada, levantando dúvidas sobre a sua real existência.

Individualmente, o Trichoplax tem corpo frágil, com cerca de 0,5 mm de comprimento, semelhante a uma grande ameba. O nome T. adhaerens foi dado pois ele tende a aderir ao seu substrato. Suas relações evolutivas continuam sendo investigadas, mas ele pode ser aparentado aos cnidários e ctenóforos. Dellaporta et al relataram o genoma mitocondrial completo e mostrou que o grupo Placozoa não é muito basal sendo, portanto, um filo dos Eumetazoa.

Trichoplax não possui órgãos e muitos tecidos, inclusive células nervosas e sistema nervoso, embora algumas evidências sugiram que ele está relacionado a algumas espécies que possuem células nervosas. É feito de uns poucos milhares de células de quatro tipos em três diferentes locais: epitélio de células ciliadas dorsais e ventrais, células glandulares ventrais e um sistema de células fibrosas. As células mais externas (células monociliadas) têm um cílio simples, que ajudam o adulto a se mover. O epitélio do Trichoplax carece de membrana basal e as células são conectadas por um cinturão de desmossomos. Inclusões de lipído, são regularmente distribuídas no epitélio dorsal.

Ele se alimenta através de absorção e já foi observado que formam estruturas temporárias para capturar o alimento. Ele captura o alimento e usa sua face ventral como uma espécie de cavidade gástrica temporária.A digestão é extracelular e por fagocitose.

Quando não está se alimentando ele se move ativamente usando os cílios ventrais e as células fibrosas e carecem de polaridade em seus movimentos.

O número haplóide de cromossomas é seis. Com apenas 50 megabases (80 femtogramas por célula), tem a menor quantidade de ADN jamais observada em qualquer animal.

Postura de ovos já foi observada, mas num estágio de 32-64 células. No desenvolvimento embrionário, nenhum esperma foi observado, mas seu genoma tem evidências de reprodução sexuada. A reprodução assexuada, por fissão binária é o modo de reprodução primário observado em laboratório.

Trichoplax foi descoberto nas paredes de um aquário marinho nos anos 1880, e tem sido raramente observado em seu habitat natural. A real extensão de seu habitat é desconhecida, mas ele tem sido capturado em latitudes tropicais e subtropicais pelo mundo.

Se vários Trichoplax são postos no mesmo lugar, eles interagem uns com os outros.

fonte: Wikipédia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...